quinta-feira, 29 de setembro de 2016

DEBATE na TV Globo reúne quatro candidatos à Prefeitura de Montes Claros (MG)

Candidatos participam de debate hoje à noite na 'Inter TV' 
Leninha (PT), Humberto Souto (PPS), Jairo Ataíde (DEM) e Ruy Muniz (PSB) participam de debate nesta quarta (29) na Inter TV, emissora filiada à Rede Globo. Foto Montagem: FN Café NEWS.
Quatro candidatos à Prefeitura de Montes Claros (MG) participam de debate na Inter TV Grande Minas na noite desta quinta-feira (29). O debate, mediado pelo jornalista Ari Peixoto, iniciará às 22h28 desta quinta e será transmitido ao vivo, pela Inter TV e pelo G1 após a novela ‘Velho Chico’ (TV Globo). Este, segundo emissora de TV, será o último debate antes do primeiro turno das eleições de 2016.

Humberto Souto (PPS), Jairo Ataíde (DEM), Leninha (PT) e Ruy Muniz (PSB) participam do debate, que de acordo com as regras da Justiça Eleitoral, pode ser realizado com os candidatos de partidos ou coligações que têm mais de nove deputados federais na Câmara.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

MONTES CLAROS: Corte do TRE em BH mantém a chapa do Prefeito afastado Ruy Muniz cancelada

TRE indeferiu  candidatura de Ruy Muniz à reeleição em Montes Claros (MG) na tarde desta quarta (28)
Com Luiz Ribeiro/Jornal Estado de Minas -BH
BELO HORIZONTE (MG) – A corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) manteve na tarde desta quarta-feira (28), por unanimidade, o indeferimento da chapa do prefeito afastado de Montes Claros, Ruy Muniz (PSB), que concorre à reeleição. O advogado de defesa, José Sad Júnior, já anunciou que vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e que o candidato se mantém em campanha.

Ruy Muniz (PSB), prefeito afastado de Montes Claros. Foto: G1 Grande Minas.
Em 15 de setembro, Muniz teve prisão preventiva decretada devido à suspeita de desvios de recursos na compra de combustíveis pela Empresa Municipal de Serviços, Obras e Urbanização (Esurb). Chegou a ficar foragido e não foi preso porque a lei eleitoral impede a prisão de candidatos no prazo de 15 dias antes da eleição.

A chapa foi cancelada em 16 de setembro pelo juiz Antônio de Souza Rosa, da 317ª Zona Eleitoral de Montes Claros, depois que o médico e ex-secretário municipal de Saúde Danilo Macedo (PMDB) renunciou à candidatura a vice-prefeito na chapa. O juiz sustentou que a renúncia ocorreu com o prazo inferior a 20 dias da eleição, não sendo mais possível a substituição do candidato a vice, conforme as mudanças na legislação eleitoral.

sábado, 24 de setembro de 2016

REFORMA DO ENSINO MÉDIO: Decisão do governo federal de retirar a obrigatoriedade das disciplinas de educação física e artes do ensino médio revoltou especialistas e entidades de classe no Brasil

Especialistas e entidades de classe vão fazer pressão no Congresso Nacional contra as mudanças do ensino médio
Ao anunciar texto de Medida Provisória para reforma do ensino médio, a ser enviado ao Congresso Nacional, o governo Temer provocou indignação entre professores e educadores no País. Foto: AE.
Com Folha de S. Paulo/Adaptações de texto e imagem FN Café NEWS
BRASÍLIA (DF) - A decisão do governo federal de retirar a obrigatoriedade das disciplinas de educação física e artes do ensino médio revoltou especialistas e entidades de classe, que prometem fazer pressão contra as mudanças.

É o caso do Confef (Conselho Federal de Educação Física), que promete ir ao Congresso e aos ministérios da Educação, Esporte e Saúde para derrubar a proposta.

"Acabamos de sair de uma década de eventos esportivos, onde ficou comprovada a importância da prática de esportes, e propõem uma medida provisória na contramão disso?", questiona o presidente da entidade, Jorge Steinhilber.

"Não é uma questão de corporativismo. Todas as pesquisas confirmam que o exercício físico contribui até para a melhora do conhecimento cognitivo", afirma ele, que questiona quando os alunos vão praticar atividade física se o ensino será integral.

Presidente do Conselho Regional de Educação Física de SP, Nelson Leme da Silva Junior cita o artigo 36 da MP pelo qual "os currículos devem considerar a formação integral do aluno". "É um contrassenso."

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Vereadores de Manga (MG) querem aumentar salário para R$ 7,5 mil

Câmara de Vereador no Norte de Minas pretende aumentar salário de R$ 5,9 para R$ 7,5 mil
A Câmara Municipal de Manga (MG) pretende aumentar o salário de seus vereadores de R$ 5,9 para R$ 7,5 mil. A notícia foi divulgada em ‘primeira mão’ pelo jornalista Luís Cláudio Guedes, editor do blog ‘Em Tempo Real’.

Plenário da Câmara de Vereadores em Manga (MG). Foto: FN Café NEWS
De acordo com o editor, alguns vereadores [dos nove] convocaram uma reunião extraordinária, nessa quinta-feira (22), para votar reajuste dos salários para a próxima legislatura. Até ontem, o jornalista não conseguiu apurar direito “quem é o autor dessa ideia” na Câmara. No entanto, a fonte jornalística do editor ‘é segura’, pois houve, nesse dia, circulação de imagens nas redes sociais (facebook) de moradores locais indignados com a proposta do Legislativo manguense.

A Câmara local, que vive as expectativas a nove dias das eleições para vereador, ‘deve passar por uma grande renovação’, segundo o jornalista, onde há uma tendência do eleitorado desse município em substituir pelo menos “quatro dos atuais nove" vereadores.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Polícia Federal recaptura o ex-prefeito Maurílio Arruda, que pulou da viatura e fugiu.

PF recaptura o ex-prefeito de Januária em Belo Horizonte nesta quarta (21)
Ele pulou da viatura policial em Montes Claros e estava foragido desde o dia 12 deste mês no qual foi decretada sua prisão.
Com G1 Grande Minas/Adaptações FN Café NEWS
A Polícia Federal (PF) fez a recaptura do candidato à Prefeitura de Januária (MG), Maurílio Neres de Andrade Arruda (PTC), em Belo Horizonte (MG) nesta quarta-feira (21). A prisão dele foi decretada na operação Rua Amargura, realizada no dia 12 deste mês.
Ex-prefeito de Januária (MG), Maurílio Arruda.Foto: Valdivan Veloso/G1.

Após ser considerado foragido, ele foi preso, mas fugiu ainda no mesmo dia, depois de conseguir sair de dentro de uma viatura da Polícia Federal enquanto era levado para a delegacia, em Montes Claros. O G1 ainda não conseguiu falar com o advogado de Arruda.

Segundo as informações da PF, Maurílio Arruda, que já foi prefeito em Januária, foi recapturado no Bairro São Bento. Ele buscava um habeas corpus junto ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Pela Lei, candidatos não podem ser presos 15 dias antes das eleições, mas o delegado Marcelo Freitas esclarece que a recaptura foi deferida pelo Poder Judiciário.

“Esta hipótese não se encontra alcançada pela vedação do artigo 236 do Código Eleitoral, por que não se trata de prisão e sim captura de preso foragido. Ou seja, ao empreender fuga, ele não perde a condição jurídica de preso, não está em liberdade, mas, sim, foragido”, informou o delegado.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Ruy Muniz continua a campanha pela reeleição à prefeitura de Monte Claros (MG)

TRE-MG autoriza Muniz continuar campanha à reeleição em Monte Claros 
Com G1 Grande Minas/ Adaptações FN Café NEWS
Muniz continua a campanha à reeleição. Divulgação.
Uma decisão do juiz Carlos Roberto de Carvalho, do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), concedeu a Ruy Muniz, prefeito afastado de Montes Claros (MG) e candidato à reeleição pelo PSB, o direito de continuar fazendo campanha, inclusive com a veiculação de propaganda eleitoral no horário gratuito. A assessoria de comunicação do TRE destacou que o mandado de segurança não discute o cancelamento do registro da chapa de Muniz, determinado após a renúncia do vice Danilo Narciso (PMDB).

Segundo a decisão, como foi apresentado recurso contra o cancelamento do registro da candidatura de Ruy Muniz, ele é considerado um candidato sub judice e pode continuar fazendo campanha.

sábado, 17 de setembro de 2016

TRE-MG confirmou na tarde de sexta (16) o cancelamento da candidatura de Ruy Muniz a prefeito de Montes Claros (MG). Após prisão preventiva decretada pelo TJ-MG, ele está foragido e afastado do mandato de prefeito pela Justiça

Ruy Muniz tem candidatura a prefeito cancelada pelo TRE-MG 
A decisão foi motivada após a renúncia do candidato a vice-prefeito, ao centro com microfone , Danilo Narciso (PMDB). Ruy Muniz, ao lado do vice, durante lançamento das candidaturas, continua foragido. Foto: Juliana Gorayeb/G1.
Com G1 Grande Minas adaptações FN Café NEWS
MONTES CLAROS (MG) – O Tribunal Regional Eleitoral confirmou o cancelamento, na tarde desta sexta-feira (16), da candidatura da chapa encabeçada pelo prefeito afastado, e foragido da justiça, Ruy Muniz (PSB), que disputava vaga ao Executivo em Montes Claros, Norte de Minas. A decisão foi tomada após o pedido de renúncia feito pelo candidato a vice-prefeito, Danilo Narciso (PMDB).
Candidatura de Ruy Muniz (PSB/MG) foi cancelada pelo TRE-MG na sexta-feira (16/9).  Divulgação  site do TSE/17 set. 2016.

FATOS DA SEMANA

Mapa Geopolítico do Rio São Francisco

Mapa Geopolítico do Rio São Francisco
Caracterização do Velho Chico

Vocé é favorável à Transposição do Rio São Francisco?

FN Café NEWS: retrospectiva